Minas Gerais abre 8.189 empresas em agosto e bate recorde para o mês

Publicado em: 15 de Setembro de 2023, há 10 meses.

Balanço da Jucemg mostra ainda que 58.856 empresas foram constituídas em todo o Estado este ano 

Minas Gerais encerrou o último mês de agosto com um total de 8.189 empresas abertas em todo o Estado, aponta o mais recente balanço de registro mercantil da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg), divulgado nesta sexta-feira (15). Esse é o melhor desempenho para o mês de agosto desde 2019, quando a Jucemg passou a disponibilizar a ferramenta de totalização em tempo real dos registros mercantis. 

O número representa um avanço de 9,23% sobre agosto de 2022, quando foram constituídas 7.497 empresas. Na série histórica, conforme a Jucemg, foram 7.017 empresas constituídas em agosto de 2021, outras 5.553 no mesmo mês de 2020 e 4.845 em agosto de 2019. 

“Chegar ao oitavo mês do ano batendo sucessivos recordes de aberturas de empresas só comprova que, em Minas Gerais, o empreendedor está encontrando um ambiente favorável para iniciar ou ampliar seus negócios. Isso é muito bom porque, onde tem empresas abrindo, tem emprego, renda e riqueza sendo gerados”, comenta Bruno Selmi Dei Falci, presidente da Jucemg.  

A autarquia, que completou 130 anos de atividade no último dia 5 de julho, é responsável pelos registros mercantis como abertura, alterações e encerramentos empresariais.  

Extinções 

Em relação às baixas empresariais, agosto apresentou um total de 4.402 extinções, o que representa alta de 2,42% sobre o mesmo mês do ano passado (4.298 baixas). 

Acumulado do ano 

Ao todo, Minas já acumula 58.856 empresas abertas desde o início do ano, um salto de 9,73% em relação aos mesmos oito meses do ano passado, quando foram abertas 53.638 empresas. No mesmo período, 33.799 empresas encerraram as atividades este ano, numa variação de 6,42% em relação a 2022 (31.761 baixas). 

“Sob a liderança do governador Romeu Zema, Minas Gerais vem cada vez mais se consolidando como um Estado aberto ao empreendedorismo, com menos amarras burocráticas e mais liberdade para trabalhar e produzir”, reforça Falci. 

“Aqui na Jucemg, por exemplo, desde o início da nossa gestão, em 2019, temos investido muito em tecnologia e inovações com o objetivo de facilitar a abertura de empresas e de desburocratizar a gestão empresarial”, salienta Falci. 

Ranking municipal 

Como nos meses anteriores, Belo Horizonte segue como o município com maior volume de abertura de empresas, com 2.106 novos negócios constituídos em agosto, seguida por Uberlândia (465), Contagem (281), Juiz de Fora (234), Uberaba (193), Montes Claros (160), Patos de Minas (124), Betim (121), Governador Valadares (111) e Divinópolis (109). 

O balanço da Jucemg considera empresas de qualquer porte, com exceção dos MEIs (microempreendedores individuais), cujas inscrições são realizadas diretamente no Portal do Empreendedor do governo federal, sem passar pelas juntas comerciais estaduais. 

Publicado em: 15 de Setembro de 2023, há 10 meses.