Número de empresas cresce 32,38% em Minas, aponta Jucemg

Publicado em: 6 de Janeiro de 2022, há 2 semanas.

Dados de 2021 mostram BH é cidade que mais abriu negócios no Estado; setor de serviços é responsável pela maior parte das formalizações.

 

Em 2021, o número de empresas registradas em Minas Gerais cresceu 32,38% no comparativo ao ano anterior. Os dados da Junta Comercial de Minas Gerais apontam que 74.185 negócios foram formalizados, número bem superior às 56.040 constituições de 2020.  O mês de julho foi o que apresentou os melhores resultados – 7.106 formalizações e crescimento de 38,5% em relação ao mesmo mês de 2020. Na sequência, agosto e março apresentaram os melhores resultados, respectivamente, com 7.017 e 6.956 empreendimentos abertos.

Por segmento, o setor de serviços apresentou a maior taxa de crescimento, 50.750 formalizações, 35,9% a mais no comparativo a 2020, que registrou 37.336 empreendimentos abertos. O comércio e a indústria também cresceram entre os períodos comparados. No ano passado, foram abertas 19.929 lojas e 4.611 indústrias, enquanto, em 2020, foram 15.290 constituições no setor de comércio e 3.526 no industrial. Na comparação com os dados de 2019, o setor de serviços cresceu 47,5% em 2021. Foram registrados, naquele ano, 34.391 formalizações em serviços, 14.577 no comércio e 3.225 na indústria. Os dados da Jucemg não incluem os Microeempreendedores Individuais (MEIs), que são registrados diretamente no Portal do Empreendedor do governo federal.

 

Ranking por municípios

 

No ranking de empresas abertas por municípios, pelo terceiro ano consecutivo, Belo Horizonte liderou o número de empreendimentos abertos no Estado, levando-se em consideração a importância regional de cada um deles. No ano passado, foram 18.595 constituições, 33,5% maior em relação a 2020, com 13.926 formalizações, e 46,4% a mais na análise com 2019.  Na sequência, aparecem Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com 4.345 constituições, depois Contagem, na Região Metropolitana de BH, com 2.625, Juiz de Fora, na Zona da Mata, com 2.290, Uberaba, também no Triângulo, com 1.720 aberturas e Montes Claros, no Norte de Minas, com 1.684 empreendimentos abertos em 2021.

No comparativo aos últimos dois anos, Montes Claros se destaca com o maior crescimento, 41,7%, seguida de Divinópolis, 39,4%, Uberaba, com 35,3%, Juiz de Fora, 34,5% e Uberlândia, 21,5%.

Por tipo jurídico, a empresa que mais abriu ao longo do ano passado foi a Sociedade Limitada (Ltda), com 55.196 constituições. Em seguida, vem o Empresário Individual, com 13.955 novos empreendimentos, e a Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli), com 4.214 aberturas. Em 2021, ocorreu a formalização de 309 Sociedades Anônimas e 110 cooperativas, além de 401 empreendimentos de outra natureza.

 

Tempo médio de abertura

Em um cenário nacional, Minas Gerais vem diminuindo o tempo de abertura de empresas. Conforme dados do Governo Federal, em média é gasto um dia e 15 horas para formalizar um empreendimento em solo mineiro. Os dados do painel Mapa de Empresas, da plataforma governo digital, do Ministério da Economia, apontam que antes, em 2020, gastavam-se 74 horas e 9 minutos e em 2019 eram 82 horas.

Publicado em: 6 de Janeiro de 2022, há 2 semanas.